quarta-feira, 20 de junho de 2018

SAUDADES...

SAUDADE...
(OSMARINA ROSA RODRIGUES).

Era uma manhã amanhecendo

          Ainda envolta na sombra sombria.
Envolta no som orquestral...

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

SAUDADE

                                  SAUDADE...











SAUDADE...
ERA UMA MANHÃ AMANHECENDO!
ENVOLTA NA SOMBRA SOMBRIA.
ENVOLTA NO SOM ORQUESTRAL,
SINFONIA! HARMONIA, MAGISTRAL
DE AVES LIVRES...LIVRES...QUE
VIVEM VIVENDO!
UMA MANHÃ LÍVIDA E CALMA
QUE AOS POUCOA CLAREANDO VAI,
TRAZENDO O FRUIR DA ALMA
DOÇURA, DOS REFLEXOS DO SOL
QUE NUNCA TRAI!

ERA UMA MANHÃ DOURADA
TRAZENDO EM CADA FOLHA,
DE CADA PLANTA DO QUINTAL
O ORVALHO
ORVALHO DE CRISTAL.

ORVALHO QUE SUSTENTA
ORVALHO QUE DESCE  À RAÍZ
ORVALHO QUE ALIMENTA
E, FAZ A PLANTA FELIZ!

TRAZENDO A SEGURANÇA
TRAZENDO TODO VIGOR
TRAZENDO ESTABILIDADE
TRAZENDO FELICIDADE
TRADUZINDO AMOR.

SAUDADE TEM O PESO
DE UMA SUBLIME LEMBRANÇA
TEM O PESO DO OLHAR
RESSUSCITANDO BONANÇA,

SAUDADE É A AUSÊNCIA
DE ALGUÉM QUE JÁ PASSOU
SÃO AS LÁGRIMAS DERRAMADAS
POR ALGUÉM QUE NÃO VOLTOU!
SAUDADE, GERA A SOLIDÃO
MESMO QUANDO EM MEIO
À VASTA MULTIDÃO. 
ELA VEM, ELA FICA
CRIANDO RECORDAÇÃO.

A SAUDADE É NOTÍVAGA
PERAMBULA NA MADRUGADA
NOS ATACA À MEIA NOITE
COMO A CORUJA EMPERTIGADA
SAUDADE, FAZ OUVIR SONS
E PAISAGEM ENXERGAR
DA CRIANÇA INOCENTE
QUE O FRUTO DA PLANTA
VAI ARRANCAR
PROTEGENDO-A DO SOL
E NA SOMBRA VAI GUARDAR.

SAUDADE DA FILHARADA
DENTRO DE CASA A TAGARELAR
ORA, CHORANDO, ORA BRINCANDO,
AUTOMÓVEIS A IMITAR
O MAIS FORTE EM DISPARADA
FAZ O MAIS FRÁGIL TOMBAR.

SAUDADE!
DA MÃO PROTETORA
SÁBIA... EMPÍRICA
QUE CORRIA A PRESCRUTAR
OUVIA,
SORRIA,
TRANSFORMANDO EM PEÇA
DRAMA DA ALEGRIA.
E PARA OS MAIS ÍNTIMOS
TINHA TODO UM PRAZER,
A PEÇA INÉDITA
COM AMOR INDECIFRÁVEL
REPETIA.
SAUDADE!

DE Osmarina Rosa Rodrigues em homenagem póstuma à minha mana, Mariinha.